Carteira – Método GF – 2014-04 – Abril

Carteira para Abril:

Papel…Cotação (fechamento de março)

ABCB4…12,65
BALM4…104,00
BAUH4…9,05
BMTO4…0,86
CCPR3…18,10
CGAS5…49,39
CGRA4…17,12
CIQU3…6,64
CTAX4…3,31
EZTC3…28,15
GRND3…15,52
HBOR3…7,93
ITSA4…9,25
LIGT3…18,75
PMAM3…3,69
PTBL3…4,98
RANI3…3,20
RAPT3…6,82
SHUL4…9,80
SOND5…41,00
TCSA3…7,95
TEMP3…3,88
VVAR3…6,63

(Os ativos aqui elencados não são indicação de compra, apenas fazem parte de um estudo para avaliar a efetividade de alguns critérios de seleção para composição de carteiras.)

Abraços,

Dinheiro e animalidade

Credita-se a Henry Ford, embora eu ainda procure uma fonte confiável que contenha a referência direta, a frase “O dinheiro não muda o homem, apenas lhe tira a máscara”. É como se nos dissesse: O dinheiro não nos faz menos animais. O que é humano ou sobreumano não está aí.

Image

Imagem por Caroline Mckinnon – Teen wolf money

Uma de minhas preocupações ao manter este blog era a de não passar a ideia de que o dinheiro é o mais importante. Este é o clichê dilemático, semifalso e semiverdadeiro, com que a sociedade ocidental lida.

A crítica à indústria da automação e dos prazeres do corpo (prazeres estes que o dinheiro facilmente traz) remonta a filósofos como Sêneca e Epicuro, que viveram há cerca de 2.000 anos atrás, dentre outros. O dilema apresentado não é novo, e sua apresentação só seria justificada a um modo de pensar completamente estranho àquele com o qual vivemos nesta sociedade. Ele é bem traduzido em expressões tão consagradas como ditados, tais como ‘dinheiro não traz felicidade’ e suas respostas ‘mas manda trazer’, e todas as suas criativas derivações, que mereceriam um estudo de engenhosidade e ideologia à parte.

O dilema que nossa sociedade expressa é signo da falta de possilidade de situar o dinheiro dentro de uma escala de valores de modo simples, unívoco, inteligível e consensual. Enquanto as pessoas a cada momento de suas vidas tomam posições e decisões práticas quanto a esta escala, o dilema continua em larga escala universal.

Manter um blog centrado no tema dinheiro, investimentos, administração, rentabilidade, eficiência sem manifestar que dinheiro não é o mais importante geraria exatamente a mensagem a qual eu não quero passar. Por isso foi haverá momentos onde pretendo mostrar como e porque o dinheiro não pode ser o mais importante na vida de alguém, e consequências práticas que por ventura ilustrem isso. Oxalá eu consiga!

Carteira – Método GF – 2014-03 – Março

Olá!

Estamos no meio da temporada de divulgação dos resultados 4t13, época de muitas alterações em indicadores fundamentalistas. Mas nossa carteira mensal deve continuar. O número de ativos aumentou consideralvemente.

Papel……….Cotação (fechamento de fevereiro)

ABCB4……….11,25

BALM4……….98,00

BAUH4……….9,30

BMTO4……….0,84

CGAS5……….50,20

CGRA4……….17,48

CIQU3……….7,08

CTAX4……….3,56

DIRR3……….10,30

EZTC3……….25,91

GRND3……….13,80

ITSA4……….8,49

PMAM3……….3,53

PTBL3……….4,40

RANI3……….3,31

SBSP3……….21,50

SHUL4……….10,30

SOND5……….40,00

TCSA3……….7,54

TRIS3……….3,94

VVAR3……….6,13

(Os ativos aqui elencados não são indicação de compra, apenas fazem parte de um estudo para avaliar a efetividade de alguns critérios de seleção para composição de carteiras.)

Abraços,

2014-01 – Janeiro – Performance da carteira

Carteira do blog teve desempenho de -6,32% em janeiro. Desempenho do Ibov foi de -7,51% no mesmo período. As quedas abrem melhores oportunidades e a temporada de balanços poderá apontar mudanças. O Banco Central não consegue segurar a desvalorização do Real.

A carteira segue a mesma para fevereiro, sem esquecer que é apenas um exercício para avaliar um método de escolha e não indicações de compra ou venda.

Abraços

FGTS entre 1999 e 2013 pode ter valor corrigido para aqueles que requerirem judicialmente

Karla Santana Mamona assina a matéria que aqui se faz reproduzida, veiculada originalmente no site Infomoney:
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/carreira/clt/noticia/3142298/trabalhador-que-entrar-justica-pode-conseguir-correcao-fgts-ate?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=nlcarreiras
 

“Trabalhador que entrar na Justiça pode conseguir correção do FGTS em até 88%

A medida é válida para trabalhadores que tinham algum depósito no FGTS entre 1999 e 2013

 

SÃO PAULO – Uma decisão do STF (Superior Tribunal Federal) pode beneficiar todos os trabalhadores que tinham dinheiro no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) entre 1999 e 2013. Desta maneira, quem acionar a Justiça pode conseguir correção no fundo. O percentual depende do valor que o trabalhador tinha no fundo e do tempo de depósito.

Por lei, o FGTS é corrigido pela TR (Taxa Referencial) mais 3% ao ano. Entretanto, no ano passado, o STF (Supremo Tribunal Federal) abriu precedente para correção. A advogada especializada em Direito Previdenciário, Vanessa Cardoso, explica que o STF considerou a correção pela TR inconstitucional, não considerando a taxa como “indicador de correção monetária.”

Segundo o STF, nos últimos 14 anos, a correção do FGTS baseada na TR não acompanhou os índices de inflação, fazendo com que o fundo sofresse perdas e os trabalhadores recebessem menos do que deveriam. Os especialistas em Direito alegam que o FGTS teria de ser corrigido pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). “Mas como não houve mudança na lei, quem desejar a correção tem que pleitear na Justiça”, explica Vanessa.

Segundo o STF, nos últimos 14 anos, a correção do FGTS baseada na TR não acompanhou os índices de inflação.

O presidente da G Carvalho Sociedade de Advogados, Guilherme de Carvalho, acrescenta que a defasagem entre a correção pela TR e pelo INPC pode chegar a 88,3% no valor do FGTS.

Exemplo
Para ter noção da diferença, Carvalho fez a seguinte conta: se um trabalhador tinha R$ 1.000 na conta do FGTS no ano de 1999 , hoje ele tem apenas R$ 1.340,47, por causa das taxas de reajustes aplicadas. Mas se os cálculos fossem feitos com os cálculos corretos o mesmo trabalhador deveria ter na conta R$ 2.586,44.

Ele afirma que o trabalhador tem o direito de R$ 1.245,97 a receber do INSS, pois a variação da TR aplicada foi muito abaixo da correta. “Esta correção é cabível para todos que têm ou tiveram conta no FGTS, ou seja, foram registrados pela CLT.”

Quem mais tem direito
Os trabalhadores que sacaram o valor do fundo depois de 1999 também possuem direito, mas o percentual de correção será menor, até o saque somente. 

Entre aqueles que têm parentes falecidos que tinham conta no FGTS também podem pleitear a correção na Justiça. Entre as pessoas que podem pedir estão viúvas, viúvos, além de filhos e filhas de falecidos, que também estão dentro deste rol de pessoas.

Há ainda a possibilidade de ingresso de ações coletivas para economia processual, com até 10 ou 20 autores por ação.

Como recorrer
Para acionar a Justiça, Vanessa Cardoso afirma que o trabalhador deve ir até uma agência da Caixa Econômica Federal e solicitar um extrato analítico do FGTS. Com o documento em mãos, a orientação é procurar um advogado que entrará com a ação na Justiça Federal.

2013-12 – Dezembro – Performance da carteira

Feliz ano novo!

Com dezembro em desvalorização de mercado (índice IBOV em -1,86%), a carteira Método GF 2013 performou -0,30%. Fechando o perído de agosto a dezembro em 6,97%.

A carteira segue a mesma para janeiro, sem esquecer que é apenas um exercício para avaliar um método de escolha e não indicações de compra ou venda.

Abraços